Dúvidas de Sexo

 
 
Parceiros NJ
 
Especial NippoJovem

Daniel Uemura faz sucesso em novela teen da Globo

(Texto: Vanessa Maeji/NJ | Fotos: Érika Hobo/NJ e Divulgação)

Daniel é o personagem Raiden de "Malhação"

Com apenas 19 anos, o bisneto de japoneses Daniel Uemura tem várias atividades no currículo. Da época em que ajudava o pai vendendo peixe na feira até sua atuação mais recente, com quadros no programa "Mais Você", da Globo, Daniel já fez de quase tudo. O jovem ficou conhecido por seu personagem Raiden, da novela teen "Malhação", também exibida pela emissora. Daniel afirma que muita coisa na sua vida se alterou desde que entrou para a televisão. No entanto, ele ressalta que nunca deixou de trabalhar e que não ficará somente no meio artístico.

Daniel conta que com 17 anos administrava sua própria empresa, montada com seu dinheiro, e realizava serviços em eventos, vendia bebidas consignadas, preparava coquetéis e organizava ambientes. Foi quando começou a ganhar mais dinheiro e pôde investir em outros planos. "Tinha tempo e dinheiro. Então, decidi voltar a estudar teatro", conta. Desde os 15 anos, o nikkei realizava trabalhos de modelo, mas tinha feito apenas algumas campanhas e comerciais. Em setembro do ano passado, surgiu o convite de fazer "Malhação", após a produção da novela ver alguns testes que ele tinha feito em 2006 para filmes.

A entrevista ao Nippo-Jovem ocorreu no Fran's Café em SP
 
Daniel anda até com segurança quando vai em shoppings
 
O ator já gravou diversos quadros para o "Mais Você"

O ator afirma que a qualidade do elenco, hoje, é muito alta. Tanto que a dificuldade da produção em encontrar um ator nipônico para seu personagem foi porque ela procurava atores e não apenas modelos. Quando os amigos perguntavam como conseguir trabalhar numa grande emissora, Daniel é enfático: "Vai trabalhar!". De acordo com ele, existe, porém, o lado ruim desta exposição. "É legal o reconhecimento, mas você perde a privacidade. Além disso, há toda uma preocupação com a imagem a se manter. Não vou mais em certos lugares que antes freqüentava. É o lance de construir um pouco a imagem", afirma. Fazer tranqüilamente suas compras, jantar com a família e sair com os amigos têm se tornado tarefas um pouco complicadas. Apesar de não ter tanto reconhecimento quanto artistas já consagrados têm, ele conta que o assédio existe e é grande no interior de algumas cidades. "A galera idolatra. Andamos até com segurança", revela.

Para evitar interesses negativos, Daniel Uemura evita ir a lugares que as pessas possam ter retorno financeiro muito grande. Segundo ele, muitos lucram às suas custas, sem autorização. Há também certas situações incômodas, quando, por exemplo, em uma danceteria, param a música e anunciam a presença dele. "Todo mundo fica procurando, começa a tirar foto, aí acaba a noite". O reconhecimento pode vir de várias formas e ele acredita que esta não seja a melhor forma. "Às vezes você está de bom humor, às vezes não. Mas o público exige que esteja 100% do tempo disposto".

Além de atuar em "Malhação", Daniel terminou um curta em abril, "Ponto final", que mostra o cotidiano das pessoas no ponto final de um ônibus. Nele, o ator participa como um garoto com sua namorada e acontece uma briga entre eles. Ele também está fazendo um filme, em processo de produção. "Surgem muitos convites, mas vou peneirando o que é interessante do que não é". Sua rotina está bem comprometida pois, quando não grava a novela, está em gravação de quadros do "Mais Você", em eventos ou rodando filmes.

O papel da família

Ele considera seus pais exemplos a seguir. "Tenho muito orgulho e me espelho muito neles", diz. Aos 19 anos, o pai do garoto já tinha sua casa própria, carro e empresa quando se casou com a mãe de Daniel, na época com 17 anos e estava grávida dele. Ele admira muito a criação dada por seus pais, que não proibiram nada. "A única coisa que falavam era para trabalhar. Acho que eles têm muito orgulho de mim. Hoje, vejo pessoas que cresceram comigo, no 2º ano de faculdade, só pensam em festa e não pensam em trabalhar", lamenta.

Daniel lamenta também não ter tanta influência da cultura japonesa. Ele relata que mesmo os pais já perderam muito da cultura. "Ela é muito reservada, tudo certinho e a gente não tem isso". Seus pais não falam japonês e nunca foram ao país, assim como Daniel. "Mas tenho vontade de ir, não para trabalhar, mas para visitar, passear".

Planos

Daniel Uemura na internet

É possível ver vídeos de sua atuação em "Malhação" no site da novela, nos quadros do programa "Mais Você", também através do site. Além disto, Daniel tem perfis e comunidade no Orkut , no qual responde aos fãs e há o blog da "Malhação".

Como sempre teve vontade de ter um lugar seu, Daniel pensa em abrir lanchonetes no Rio de Janeiro, em que pudesse demonstrar seu talento na cozinha. Planeja também lançar sua grife de roupas, já que desenha algumas peças que veste. Ainda quer levar sua empresa de eventos, que está inativa, para lá. Tem planos de fazer uma comédia ou musical infantil, por gostar bastante de crianças, e quer investir na sua carreira de apresentador. "Tenho projeto de apresentar programas pilotos para a emissora e ver se consigo algo só para mim". É por gostar de muitas coisas que ele não aposta todas suas fichas em uma só. "A gente nunca sabe o que pode dar certo", diz.

Declara já ter feito de tudo - e isto não é exagero. Ele já fez vela, cadeira, aulas de artesanato, pintava porcelana, aprendeu a esculpir na argila. Quando era mais novo, chegou até a plantar feijão e criar peixes, mais como uma brincadeira. Segundo o que acredita, é justamente nesta sua multiplicidade que pode encontrar seu caminho e o que dará certo em sua vida. "O que consegui não foi por Deus ou por sorte. A dica para quem quer seguir a carreira é trabalhar muito, não contar com sorte, Deus, com nada. Quer ser modelo? Pega um book e vá para as agências". Correr atrás. É isto que distingüe, para ele, alguém que obtenha sucesso de alguém que não consegue.

As mudanças por que passou foram muitas e muito rápidas. "Estou curtindo muito, é tudo muito novo", afirma. Mas é natural que tenha um certo receio que ocorram alterações e tudo se vá assim como veio. "A gente tem que ter objetivo, mas deve ter vários caminhos para chegar nele. Para isso, não vou ser um advogado ou ator. Vou ser o que vingar", conclui.

Perfil no Nippo-Jovem
Confira o Perfil de Daniel Uemura no Nippo-Jovem

Arquivo

De bicicleta pelo Japão

Ayumi Hamasaki inspira o novo visual das garotas japonesas

Dragon Ball Evolution

Cosplay, uma arte a parte

Baladas Japas

Vida de DJ

Jovens Japoneses

Gothic Lolita

Beisebol - Jogos da Amizade entre Brasil e Japão

Confraternização nikkei no esporte

J-music conquista jovens no Brasil

Daniel Uemura faz sucesso em novela teen

Jovem apresentador nikkei é destaque
Cultura pop japonesa
Trabalho voluntário
Ecologia: é preciso agir já
Tunning: trabalho artístico e hobby
Em busca do sucesso
Japonês básico
Animês e mangás
Street Dance
Ultra Seven – 40 anos
Mina e Lisa - Novela na internet
Dança do Ventre
The Checkers
Kung Fu
Mensageiros da Paz
Shodô
Soroban, calculadora japonesa
Oshibana
Ikebana
O Japão sob novos olhares
Harajuku
Taikô
Matsuri Dance
Sobrenomes japoneses
Cerimônia do chá
  © Copyright 2001 - 2013 Portal NippoBrasil - Todos os direitos reservados