Dúvidas de Sexo

 
 
Parceiros NJ
 
Especial NippoJovem

Japonês básico
Vai fazer arubaito e não sabe falar nada em japonês?
Veja algumas dicas básicas
Reportagem: Francine Sayuri Shimizu/NJ
Ir para o Japão só sabendo falar "nihongo ga wakarimasen" (eu não sei falar japonês) não dá! Você pode se perder, deixar de fazer várias atividades e até levar bronca do chefe.

Além de perder muitas oportunidades, como conhecer alguns lugares ou saber escolher quais produtos comprar, até o pior pode acontecer, como você se perder e demorar até encontrar um meio de sair desta situação. Pensando nisso, o Nippo-Jovem selecionou algumas dicas básicas para quem vai ao Japão fazer arubaito e não conhece nada da língua japonesa.


Professora Marcia afirma que é importante explicar que você não sabe falar japonês

A professora da Aliança Cultural Brasil-Japão, Marcia Naomi Miyasaki, afirma que é importante explicar que você não sabe falar japonês, se este for o seu caso, mas algumas palavras podem ajudar a comunicação. "O 'sumimasen', por exemplo, serve como um curinga. Ele pode ser usado de diversas maneiras, tanto para pedir desculpas, agradecer ou até para pedir um favor", destaca Marcia. "Por outro lado, se você souber um pouquinho de japonês, mas não estiver entendendo o que uma pessoa fala, peça para ela explicar um pouco mais devagar ('sumimasen, yukkuri onegai shimasu'), ou então 'sumimasen, môo itido onegai shimas' (por favor, repita)", completa a professora.

Quem já foi ao Japão, dá outros macetes: começar a conversa com: "Sumimasen, buradiru kara kimashita" (sou do Brasil), ou já em inglês, pois, em geral, os japoneses costumam dar mais atenção.

O período é de arubaito (trabalho temporário), que vai de dezembro até março de 2008. Para quem pretende embarcar para o Japão, vale a pena conferir as dicas e aprender um pouco mais sobre o idioma.


Uma das melhores dicas é acompanhar as aulas de japonês no site ou no Jornal Nippo-Brasil. As aulas são ilustradas e bem fáceis de entender, em um curso básico produzido pela professora Marcia Naomi Miyasaki Barbosa, da Aliança Cultural Brasil-Japão.


Gafes
Sabe aquela palavrinha que aprendeu com a "batian" (avó)? Pois é, assim como todas as línguas existentes no mundo e que se transformam constantemente, algumas palavras não são mais usadas no Japão, e você deve atualizar seu vocabulário para não passar vergonha.

"Bendiô" nunca mais!
É a forma antiga de se falar banheiro, mas remete à idéia de "fossa" para fazer as necessidades. Portanto, evite usá-la! Prefira "toire", que vem do francês "toilet".

"Choomen"
Significa caderno, mas com a estrangeirização de várias palavras no Japão, deixou de ser usada. Agora se usa "nooto", do inglês "note".

"Shashinki"
Era assim que se referiam à máquina fotográfica, mas atualmente é melhor usar a palavra "kamera", sem a entonação "ã" no primeiro A.


IMPORTANTE - Assédio
Há casos de brasileiras que são abordadas por japoneses ou outros estrangeiros. Aprenda a escapar dessa situação enquanto estiver no Japão:

>> Uma forma de afastar uma pessoa indesejável é falar que não quer conversar:

• "Sumimassen tyotto"
(Por favor, pare). Neste caso pode ser entendido como: Não quero conversar.

• "Isoide imas kara. Shitsurei shimas"
(Estou com pressa, vou me retirar)

• "Yakusoku ga arimas"
(este é um jeito mais formal de falar: Tenho um compromisso)

>> Existe um alarme que, acionado, produz um grande barulho, chamando a atenção de todos à sua volta. Se você tiver que fazer "yakin" (trabalho noturno), vale a pena comprá-lo.

>> Se o caso for sério, não pense duas vezes e peça ajuda policial!


Kanjis - Confira os kanjis das cidades que valem uma visita:

Tokyo - Conheça a Torre de Tóquio que tem 333 metros de altura e o Palácio Imperial do Japão. Os jardins e os parques também são os atrativos da província.
Harajuku - É uma região famosa por ser o ponto de encontro dos adolescentes. Por isso, nos finais de semana, as ruas ficam lotadas devido às lojas e butiques de moda. Perto da estação de trem há o templo Meiji e o Parque Yoyogi.
Osaka - Um dos principais pontos turísticos da região é o Castelo de Osaka e quem gostar de fazer compras não pode deixar de passar pelas ruas do bairro de Kita. Além disso, conheça o parque temático Universal Studios Japan, o Aquário de Osaka, um dos maiores aquários do mundo, o Expo Memorial Park e a Torre Tsutenkaku, de 103 metros de altura.
Kyoto - Kyoto é famoso por seus templos e, por isso, não deixe de visitá-los. Castelo de Nijo-jo, Templo Nishi Hongan-ji e Santuário Yasaka-jinja são algumas da opções para o passeio.
Nagoya - Além do Castelo de Nagoya e o Santuário xintoísta de Atsuta, um dos pontos turísticos desta cidade é parque de diversões tematizado com a série Pokémon, o PokéPark.
Hamamatsu - Em Hamamatsu, veja o Observatório do Torre Act City, símbolo da cidade e o Castelo de Hamamatsu. Lá você encontrará também o Parque das Flores de Hamamatsu e o Zoológico Municipal. Se ainda tiver animado, dê uma passada nos museus.
Nara - A cidade de Nara também é famosa por seus templos e santuários. Ótima opção para tirar fotos.
Shinjuku - Shinjuku é um bairro de Tóquio e lá você encontra arranhas-céus e um dos jardins mais populares para ver flores de cerejeira na Primavera, Shinjuku Gyoen.
Ginza - Para aqueles que gostam de fazer compras e não dispensam roupas de grife, deve dar uma passada nas ruas de Ginza. Você encontrará marcas mundiais como Louis Vuitton, Rolex, Dior Channel e Salvatore Ferragamo.
Chiba - Nesta província você pode se encantar com o Parque Temático da Disney de Tóquio.
Monte Fuji - O Monte Fuji tem 3.776 metros e é o ponto mais alto do Japão. As escaladas estão abertas apenas nos meses de julho e agosto. A subida é bastante difícil, porém a paisagem compensa o esforço.
Nagano - O inverno é bastante rigoroso na província de Nagano. Por isso não deixe de ir ao Shiga-kogen, estação de esqui no inverno e estação das águas durante o verão.
Okinawa - Em Okinawa, existe a Lápide da Paz, com a inscrição dos nomes de todos os falecidos durante a guerra, e o Patrimônio da Humanidade, áreas relacionada ao Império de Ryuku. Como o clima é alto com relação a todo o Japão, Okinawa recebe turistas em suas praias onde se pode observar baleias e mais 120 espécies de aves.
Hokkaido- Furano, capital de Hokkaido, é famoso por seus campos de alfazema e as comidas caseiras. Quem curte andar de bicicleta, deve passar pelos morros de Biei. Há também a opção de fazer esportes radicais como canoagem e windsurfe, em Minami Furano.
Confira mais kanjis no Nippo-Jovem: Clique Aqui!

Arquivo

De bicicleta pelo Japão

Ayumi Hamasaki inspira o novo visual das garotas japonesas

Dragon Ball Evolution

Cosplay, uma arte a parte

Baladas Japas

Vida de DJ

Jovens Japoneses

Gothic Lolita

Beisebol - Jogos da Amizade entre Brasil e Japão

Confraternização nikkei no esporte

J-music conquista jovens no Brasil

Daniel Uemura faz sucesso em novela teen

Jovem apresentador nikkei é destaque
Cultura pop japonesa
Trabalho voluntário
Ecologia: é preciso agir já
Tunning: trabalho artístico e hobby
Em busca do sucesso
Japonês básico
Animês e mangás
Street Dance
Ultra Seven – 40 anos
Mina e Lisa - Novela na internet
Dança do Ventre
The Checkers
Kung Fu
Mensageiros da Paz
Shodô
Soroban, calculadora japonesa
Oshibana
Ikebana
O Japão sob novos olhares
Harajuku
Taikô
Matsuri Dance
Sobrenomes japoneses
Cerimônia do chá
  © Copyright 2001 - 2013 Portal NippoBrasil - Todos os direitos reservados