Dúvidas de Sexo

 
 
Parceiros NJ
 
Especial NippoJovem

Jovem nikkei se destaca na dança do ventre
Há dez anos, Suellem se dedica ao mundo da dança

Reportagem: Liliane Yoshino/NJ | Fotos: Jin Yonezawa/NJ

Suellem Leiko Azevedo Morimoto começou a fazer dança do ventre aos nove anos de idade. Hoje ela tem 19 anos e foi selecionada para dançar na casa de chá egípcia, Khan El Khalili, em São Paulo, onde apenas as melhores bailarinas do país são selecionadas para trabalhar. Cerca de 60 itens são avaliados e a transição de estagiária para bailarina demora entre seis meses a um ano. "Então, a pré-seleção foi pior do que vestibular!", desabafa.

Para atingir este objetivo, ela deixou o curso de moda para se dedicar exclusivamente à dança. "Eu sempre quis fazer faculdade de moda, mas depois que eu comecei, eu vi que não era aquilo que eu queria. Não me via parando a dança para fazer um estágio de moda", revela a dançarina que dentro de alguns dias viajará a passeio ao Japão e fará uma apresentação em um empresa na China.

O apoio para seguir a carreira artística vem da família e inclusive do namorado. Segundo Suellem, ele já a conheceu nesse ramo, por isso não tem como ele proibir ou sentir ciúmes. Mas, dependendo do lugar onde ela irá dançar e da roupa, ele sente ciúmes. "Quando eu me apresento em bares árabes, ele não gosta. Ele prefere menos fãs homens", diverte-se.

Apaixonada pelo dança do ventre, o único problema que cita é muitas vezes ficar com dores pelo corpo. Isso acontece pela repetição de movimentos diariamente. "Em geral, bailarinas profissionais têm problemas na coluna. É uma atividade mais rígida, pois a gente dança todo dia", desabafa Suellem. Já a vantagem da dança do ventre é a auto-estima que a mulher adquiri. "Eu vejo nas minhas alunas. Muitas mulhers casadas vêm fazer a aula para ter uma atividade física, para aliviar o estresse e acabam mudando todo o estilo de vida", orgulha-se a jovem professora. E completa. "Eu não quero ter nome. Eu gosto de ver as pessoas felizes!".


Um pouco mais sobre a profissão de Suellem
Paixão
Eu sempre gostei da dança do ventre por ela ser diferente. Por ela ser exótica em roupa e maquiagem. Eu acho que a dança do ventre, mais do que as outras danças faz isso: transporta para outro mundo. É lindo de ver.
Beleza
Você tem que estar com uma maquiagem profissional boa, o cabelo e a unha tem que estar bem feitos. O perfume precisa ser suave para que as pessoas não sintam aquele enjôo. Precisamos ter qualidade de roupa e dança. É muita coisa, pois tudo precisa estar perfeito.
Surpresa
Eu achei que pelo fato de eu ser japonesa, eu não ia ser muito contratada para as apresentações. Só que isso está quebrando, porque estou sendo chamada para os eventos. Hoje, eles querem pessoas diferentes.
Constrangimento
Pelo fato da dança do ventre ser muito sensual, dependendo como você dança, você pode fazer com que o público tenha uma visão diferente de você. Temos uma regra na dança do ventre que a gente dança mais para a mulher. Na verdade, dançamos para o público todo, mas com a concentração nas mulheres. Mas tem muita mulher ciumenta que freqüenta a casa de chá. Lógico que as meninas vão estar lindas e, por isso, algumas não aguentam e fazem barraco, tampam os olhos do namorado ou olham feio para as meninas. Mas tem aquelas que se divertem mais do que os homens. Batem palmas, deliram. É muito legal!

Arquivo

De bicicleta pelo Japão

Ayumi Hamasaki inspira o novo visual das garotas japonesas

Dragon Ball Evolution

Cosplay, uma arte a parte

Baladas Japas

Vida de DJ

Jovens Japoneses

Gothic Lolita

Beisebol - Jogos da Amizade entre Brasil e Japão

Confraternização nikkei no esporte

J-music conquista jovens no Brasil

Daniel Uemura faz sucesso em novela teen

Jovem apresentador nikkei é destaque
Cultura pop japonesa
Trabalho voluntário
Ecologia: é preciso agir já
Tunning: trabalho artístico e hobby
Em busca do sucesso
Japonês básico
Animês e mangás
Street Dance
Ultra Seven – 40 anos
Mina e Lisa - Novela na internet
Dança do Ventre
The Checkers
Kung Fu
Mensageiros da Paz
Shodô
Soroban, calculadora japonesa
Oshibana
Ikebana
O Japão sob novos olhares
Harajuku
Taikô
Matsuri Dance
Sobrenomes japoneses
Cerimônia do chá
  © Copyright 2001 - 2013 Portal NippoBrasil - Todos os direitos reservados